Grupo de Estudos Theria

Em destaque

  • Mapa

    Mapa com ocorrências de espécies registradas pela equipe do GETH.
  • Zotero

    Uma ferramenta completa para importar, gerenciar e citar fontes bibliográficas de uma maneira segura, eficaz e rápida. Um tutorial básico traduzido e adaptado da Universidade da California (UC (...)

Atualidades

  • Novo crânio de Australopithecus é revelado em escavações na Etiopia

    Um crânio quase completo de Australopithecus foi revelado à comunidade científica na última edição da revista Nature, no dia 28 de agosto de 2019. Foram necessários mais de três anos de analises para que Yohannes Haile-Selassie, Stephanie M. Melillo e outros colaboradores, autores do artigo, chegassem à conclusão de que o crânio era de um representante de Australopithecus anamensis, um parente mais velho de A. afarensis. O fossil foi descoberto em 2016 na Etiópia e sua idade estimada é de 3,8 milhões de anos. Para os autores da descoberta, este espécime fornece o primeiro vislumbre do morfologia craniofacial completa dos primeiros membros conhecidos do gênero Australopithecus. Em entrevista ao The Washington Post, o paleontólogo David Strait afirma que este crânio se tornará um icone e provavelmente ilustrará livros sobre a evolução humana, juntamente com Lucy, o representante mais conhecido da espécie A. afarensis.

    A seguir, fotos do crânio e relações filogenéticas de Australopithecus anamensis [1].

    Ver online : https://www.cmnh.org/mrd


    [1Haile-Selassie, Y., Melillo, S. M., Vazzana, A., Benazzi, S., & Ryan, T. M. (2019). A 3.8-million-year-old hominin cranium from Woranso-Mille, Ethiopia. Nature, 1-6.

  • UFPE realiza coloquio com Ricardo Galvão, ex-diretor do INPE

    O Colóquio do Departamento de Física aborda o tema “O Inpe e o Monitoramento dos Biomas Brasileiros”, com Ricardo Galvão, professor do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP) e ex-diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O evento acontece nesta sexta-feira (23), às 16h, no Auditório Professor Newton Maia, no Centro de Tecnologia e Geociências (CTG) da UFPE, no Campus Recife. A entrada é gratuita e não é necessário fazer inscrição prévia.

    Mais informações em https://www.ufpe.br/agencia/noticias/-/asset_publisher/VQX2pzmP0mP4/content/ex-diretor-do-inpe-ricardo-galvao-ministra-coloquio-na-ufpe-sobre-o-inpe-e-o-monitoramento-dos-biomas-brasileiros-/40615

  • Peixes-bruxa possuem modo de defesa original

    Os peixes-bruxa são animais curiosos. Filogeneticamente, não deveriam nem ser chamados de peixes nem de vertebrados, pois são desprovidos de vértebras além de não possuírem mandíbulas. Por isso que fazem parte, junto com as lampreias, de um grupo chamado Agnatha (do grego «gnáthos», mandíbula). Os peixes-bruxa são animais exclusivamente marinhos, vivendo em grandes profundidades e normalmente próximo ao substrato, construindo tocas na areia. Para se proteger de predadores, os peixes-bruxa produzem um muco abundante, que em contato com a água, se expande rapidamente. Uma equipe de pesquisadores australianos conseguiu imagens extraordinárias do comportamento de defesa destes animais.

    Ver online : https://www.youtube.com/watch?v=pfy...

Últimas matérias

  • Portal de Zoologia de Pernambuco integra banco de dados internacional*

    por Aléssio

    Criado em 2017 para registrar a diversidade da fauna local em fotos e descrições científicas de fácil compreensão, o Portal de Zoologia de Pernambuco agora integra a base de dados Panorama: Solutions for a Healthy Planet, uma associação que promove bons exemplos de soluções inspiradoras e replicáveis (...)

  • HUBs sobre o COVID-19

    por Aléssio

    HUBs de informação são úteis para encontrar informações sobre um determinado assunto de forma rápida e segura.
    Um hub, na era da Internet, é um site que reúne uma grande quantidade de informação sobre um determinado tema. Um hub facilita a integração e a distribuição da informação de forma que usuários (...)

  • Pangolim e coronavirus

    por Aléssio

    Pesquisa na China aponta pangolins como potencial hospedeiro intermediário do coronavirus.
    Os pangolins são mamíferos placentários da ordem Pholidota. Atualmente são conhecidas 10 espécies diferentes de pangolins. Estas espécies podem ser divididas em dois grupos: os pangolins africanos e os (...)

janeiro de 2021 :

Sem eventos neste mês

dezembro de 2020 | fevereiro de 2021

Video